31 de maio – Dia Mundial Sem Tabaco

1 em cada 10 cigarros ou produtos derivados do tabaco vendidos no mundo é ilegal!

11265035_893240390717119_5545779955087562337_n

Cuidado! Tabaco ilegal

Esse é o tema do Dia Mundial Sem Tabaco deste ano.
A Organização Mundial da Saúde no último dia 15, lançou a campanha que pretende chamar atenção para o comércio ilegal de produtos derivados do tabaco. Preocupação mundial crescente nos âmbitos  jurídicos, econômicos e, obviamente, da saúde.
Segundo a OMS, a indústria do tabaco e grupos criminosos estão entre os que lucram com o comércio ilegal do produto, empurrando as despesas de saúde e de segurança para a sociedade.
A Comissão Europeia, por exemplo, estima que o mercado ilegal de cigarros custe à União Europeia e seus Estados Membros mais de €10 milhões anualmente em impostos e taxas alfandegárias não arrecadados.
A iniciativa também visa pressionar os governos a ratificar o Protocolo da Eliminação do Mercado Ilícito de Cigarros
Em seu site, a Organização Panamericana da Saúde (OPAS) lista outros objetivos da campanha de 2015

  • Aumentar a conscientização dos danos à saúde causados pelo comércio ilegal de produtos de tabaco, especialmente os jovens e grupos de baixa renda, devido à oferta aumentada e acessibilidade destes produtos, devido ao seu baixo custo.
  • Mostrar como programas de atenção à saúde, políticas de controle do tabaco tais como aumento dos preços e impostos que incidem sobre produtos do tabaco e outras medidas são prejudicados pelo comércio ilícito de produtos de tabaco.
  • Demonstrar como a indústria do tabaco tem sido envolvida no comércio ilegal de produtos de tabaco.
  • Destacar como o comércio ilícito de produtos de tabaco é uma forma de acumular grandes riquezas para grupos criminosos, que usam os recursos para financiar outras atividades criminosas, como tráfico de drogas, armas e de pessoas, e mesmo terrorismo.

Aqui no Brasil, a Aliança de Controle do Tabagismo (ACT+) lançará,  em comemoração ao Dia Mundial Sem Tabaco, a campanha “Histórias Verdadeiras”. Nela fumantes e ex-fumantes contam, através de depoimentos em vídeo, experiências negativas que tiveram com o uso do cigarro. Destaca a ACT+: “A ação é uma extensão da campanha “A Lei antifumo é nacional” que trata da proibição do fumo em locais públicos e fechados, uma importante medida de prevenção ao tabagismo.”
Você também pode participar. Basta enviar um e-mail para  act@actbr.org.br. Participe desta campanha. Na quinta-feira, dia 28/05, começa a divulgação dos vídeos.

Abaixo o vídeo oficial da campanha da OMS