Equipes de ajuda: agora em todo o Ensino Fundamental!

Garantindo a boa convivência no ambiente escolar, foram formadas as equipes de ajuda do 8.o ano do Ensino Fundamental. Os alunos foram capacitados para agir em casos de bullying, isolamento ou exclusão na escola. Assim, a partir de agora, todas as turmas do Ensino Fundamental podem contar com o suporte dos alunos conhecidos pelas pulseiras azuis.

IMG_5539

A formação aconteceu em dois dias e contou com a presença da Orientadora Educacional, Carolina Marques; da Professora de CPG, Beatriz Kohlbach; do Professor de Biologia e CPG, Waldir Hernandes e dos representantes do GEPEM – Grupo de estudos e pesquisas em Educação Moral – da Unesp e Unicamp, Raul Alves e Luciana Zobel.

IMG_5547

Com dinâmicas e diálogos, os estudantes aprenderam sobre convivência, empatia e valores morais além de técnicas de aproximação, escuta ativa e enfrentamento de conflitos. Tudo isso para identificar problemas na convivência entre os alunos e, se possível, ajudar. “Com todo o Ensino Fundamental contando com as equipes de ajuda, elas se fortalecem na escola, fazendo da boa convivência cada vez mais um valor no Band”, disse a Orientadora Carolina Marques.

IMG-20170927-WA0006

“Gostei muito da formação, aprendi como entender o que os outros sentem. Acho que ajudar os outros apenas me torna uma pessoa melhor. É algo que será útil para a vida”, disse Mariana Toledo, aluna do 8.o ano e membro da equipe de ajuda.

Os novos grupos de pulseiras azuis do 8.o ano do Ensino Fundamental já iniciarão suas tarefas em meio a projetos idealizados pelas equipes das outras séries. Entre eles há o “Psicodrama”, que se baseia em dramatizações de situações do cotidiano trazidas pelas equipes onde é possível que um se coloque emocionalmente no lugar do outro. Além dele também há o “CIL” (Clube de Interação Literária) onde os alunos se reunirão para discutir sobre livros, o “Santa Pausa” que promoverá opções de jogos e gincanas durante o intervalo e o “Mundo Geek” que trará conversas sobre diversos temas à cerca da cultura geek. Com esses e outros projetos, as equipes de ajuda poderão propiciar a integração de todos os alunos e, assim, promover a boa convivência na escola.