A Voz do Cigarro

De todas as variadas iniciativas para marcar o último 31 de maio, Dia Mundial sem Tabaco a divulgada pelo site B9, sem dúvida, foi a mais impactante.

Veja do que se trata na texto do próprio site. O post foi escrito por  .

“Para confrontar esse universo romantizado com a dura realidade de quem sobrevive aos impactos do vício prolongado, foi criada no Brasil a campanha A Voz do Cigarro, onde usuários do Twitter que postavam mensagens exaltando o prazer de fumar, recebiam um vídeo com seu texto lido por um fumante profundamente impactado por seu hábito.”

Dia 31 de maio – Dia Mundial sem Tabaco

10563-boy1Este ano, no Brasil, o tema para o Dia Mundial sem Tabaco será “Embalagem de cigarro: por que padronizar?”. Nosso país segue a proposta de campanha da OMS(Organização Mundial da Saúde) para esse ano.
A intenção primordial será mostrar que a padronização das embalagens pode ser uma importante estratégia para a redução do ato de fumar.
Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), três projetos de lei tramitam no Congresso e caso sejam aprovados obrigariam a todos os produtos derivados do tabaco a uma embalagem única, padronizada pelo governo.
O nome da marca seria mantido, mas forma, tamanho, modo de abertura, cor e fonte seriam iguais.

Proposta para a embalagem única de cigarro

O primeiro país a adotar essa estratégia, ainda em 2012, foi a Austrália. Este ano, o Departamento de Saúde informou que as embalagens padronizadas foram responsáveis por uma redução de 25% no número de fumantes.
Baseado na experiência australiana e no resultado de algumas pesquisas, o INCA explica as vantagens da padronização:
Com a tendência mundial de proibição de propagandas de produtos de tabaco nos meios de comunicação e de patrocínio de eventos culturais e esportivos por esses produtos, as embalagens tornaram-se uma ferramenta crucial para a indústria do tabaco atrair e manter os consumidores.
A não regulação das cores e imagens das embalagens contribui para criar percepções errôneas entre os consumidores de que certas marcas são mais seguras do que outras. A remoção de termos enganosos (tais como suave, light) e de cores (como prata, azul e vermelho) reduziria falsas crenças sobre os riscos dos cigarros à saúde.
Adultos e adolescentes percebem os cigarros contidos em embalagens padronizadas como menos apelativos, menos palatáveis, menos prazerosos e como de qualidade inferior quando comparados aos cigarros vendidos em embalagens comuns (antes da medida).
A padronização das embalagens contendo advertências sanitárias grandes e ilustradas com imagens (75% da face frontal da embalagem) reduz o apelo da embalagem e também fortalece o impacto das advertências sanitárias.
As principais constatações informam que a padronização
Reduz o apelo dos produtos de tabaco, principalmente entre jovens e adolescentes, uma vez que o tabagismo é uma doença pediátrica;
não leva ao aumento no consumo de cigarros contrabandeados;
encoraja a cessação do tabagismo.

Mais informações sobre a data e o evento no hotsite do Dia Mundial sem Tabaco.

Em Portugal, a Direção Geral de Saúde informa que houve uma diminuição no número de “jovens fumadores”, mas mesmo assim o Dia Mundial sem Tabaco vai focar esse público com uma campanha bem direta: “Larga a Chupeta. Fumar é Ridículo”.
Um dos cartazes da campanha ilustra o início desse texto.

Campanha do Dia Mundial de Luta Contra a Aids – 1º de dezembro

Hoje comemora-se o Dia Mundial de Luta Contra a Aids. No Brasil a campanha deste ano visa conscientizar  jovens homossexuais de 15 a 24 anos das classes C, D e E. A ação discute as questões relacionadas à vulnerabilidade ao HIV/aids, na população prioritária, sob o ponto de vista do estigma e do preconceito. Além disso, a ideia é estimular a reflexão sobre a falsa impressão de que a aids afeta apenas o outro, distante da percepção de que todos estamos vulneráveis.

Na Organização Mundial da Saúde (OMS) a ênfase é por estender o tratamento anti- retroviral a todas as pessoas portadoras do HIV e com isso acabar com a epidemia de AIDS em uma geração.

World Aids Day: Getting to Zero é o mote da campanha.

Abaixo os infográficos que ilustram a campanha.

aids 1

aids 2

 aids 3

Fontes: http://www.aids.gov.br/pagina/dia-mundial-aids
http://www.who.int/campaigns/aids-day/2015/en/

31 de maio – Dia Mundial Sem Tabaco

1 em cada 10 cigarros ou produtos derivados do tabaco vendidos no mundo é ilegal!

11265035_893240390717119_5545779955087562337_n

Cuidado! Tabaco ilegal

Esse é o tema do Dia Mundial Sem Tabaco deste ano.
A Organização Mundial da Saúde no último dia 15, lançou a campanha que pretende chamar atenção para o comércio ilegal de produtos derivados do tabaco. Preocupação mundial crescente nos âmbitos  jurídicos, econômicos e, obviamente, da saúde.
Segundo a OMS, a indústria do tabaco e grupos criminosos estão entre os que lucram com o comércio ilegal do produto, empurrando as despesas de saúde e de segurança para a sociedade.
A Comissão Europeia, por exemplo, estima que o mercado ilegal de cigarros custe à União Europeia e seus Estados Membros mais de €10 milhões anualmente em impostos e taxas alfandegárias não arrecadados.
A iniciativa também visa pressionar os governos a ratificar o Protocolo da Eliminação do Mercado Ilícito de Cigarros
Em seu site, a Organização Panamericana da Saúde (OPAS) lista outros objetivos da campanha de 2015

  • Aumentar a conscientização dos danos à saúde causados pelo comércio ilegal de produtos de tabaco, especialmente os jovens e grupos de baixa renda, devido à oferta aumentada e acessibilidade destes produtos, devido ao seu baixo custo.
  • Mostrar como programas de atenção à saúde, políticas de controle do tabaco tais como aumento dos preços e impostos que incidem sobre produtos do tabaco e outras medidas são prejudicados pelo comércio ilícito de produtos de tabaco.
  • Demonstrar como a indústria do tabaco tem sido envolvida no comércio ilegal de produtos de tabaco.
  • Destacar como o comércio ilícito de produtos de tabaco é uma forma de acumular grandes riquezas para grupos criminosos, que usam os recursos para financiar outras atividades criminosas, como tráfico de drogas, armas e de pessoas, e mesmo terrorismo.

Aqui no Brasil, a Aliança de Controle do Tabagismo (ACT+) lançará,  em comemoração ao Dia Mundial Sem Tabaco, a campanha “Histórias Verdadeiras”. Nela fumantes e ex-fumantes contam, através de depoimentos em vídeo, experiências negativas que tiveram com o uso do cigarro. Destaca a ACT+: “A ação é uma extensão da campanha “A Lei antifumo é nacional” que trata da proibição do fumo em locais públicos e fechados, uma importante medida de prevenção ao tabagismo.”
Você também pode participar. Basta enviar um e-mail para  act@actbr.org.br. Participe desta campanha. Na quinta-feira, dia 28/05, começa a divulgação dos vídeos.

Abaixo o vídeo oficial da campanha da OMS

 

“Assim se vende veneno”

“A ACT lançou no dia 6 de agosto, em mídias sociais como Facebook, Twitter e sites, uma campanha regional para chamar a atenção sobre a ação de marketing da indústria do tabaco e suas estratégias de manipulação para atrair novos consumidores, especialmente jovens.

ratkiller

Além da ACT, são parceiros nessa ação a Fundação Interamericana do Coração, da Argentina e do México, a Corporate Accountability International, da Colômbia, e a Campaign For Tobacco Free Kids, dos Estados Unidos, que financiou o projeto.

Intitulado “Assim se vende veneno”, o vídeo estabelece um paralelo entre a natureza tóxica de certos produtos que são vendidos no mercado e a promoção de cigarros e pede o fim da propaganda de produtos de tabaco, inclusive em pontos de venda, como bares, padarias, lojas de conveniência, supermercados.

26 de junho-Dia Mundial Contra o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas

No dia 26 de junho, todo o ano, a ONU (Organização das Nações Unidas) comemora o Dia Mundial Contra o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas.

10462620_732104693499634_2743047536575493705_n

A data existe desde 1987, e a cada ano tem um tema diferente.

O vídeo abaixo é de anos anteriores, mas ainda é atual, interessante, sutil.

Você pode curtir a página da campanha no Facebook ou acessar o site e obter mais informações.

Clicando na imagem abaixo, é possível fazer o download de um livreto com várias informações sobre drogas.

 

Dia Nacional de Combate ao Fumo – 29 de agosto

Principal causa de morte evitável no mundo, o tabagismo atinge 1 bilhão e 200 milhões de pessoas em todo o mundo. Responsável por inúmeros problemas de saúde tem o câncer de pulmão como a face mais visível. Enfisema, bronquite crônica, derrame cerebral, infarto também podem atingir os 47% da população masculina e 12% da feminina dependentes do cigarro. Jovens incluídos.

Clique na foto para saber mais

Para saber mais clique na foto

Na quinta-feira, 29 de agosto comemora-se o Dia Nacional de Combate ao Fumo com várias ações de conscientização em todo o país.

Pensando no hábito de fumar precoce, o INCA(Instituto Nacional do Câncer) adotou como tema em 2013 o uso do narguilé.

Entendido como inofensivo por adolescentes, o uso também está associado ao desenvolvimento de dependência de nicotina, câncer de pulmão, doenças respiratórias, doenças bucais. O fumo, mais úmido e adocicado e a também a água utilizada passam a falsa ideia de que se uso não provoca danos à saúde.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) são claros quando mostram que uma sessão de narguilé (20 a 70 minutos) se compara ao uso de 100 cigarros! Além disso, após 45 minutos de sessão, o fumante apresenta aumento dos batimentos cardíacos, aumento da exposição a metais pesados e outras substâncias tóxicas como hidrocarbonetos. O consumo persistente também é responsável por câncer de pulmão, boca e bexiga, aterosclerose e doença coronariana. Sem falar que o hábito de compartilhar o bocal entre os usuários pode resultar na transmissão de doenças como herpes, hepatite C e tuberculose

Surpresa e espanto não são raros quando, durante as aulas de CPG, os alunos têm contato com esses dados.

No dia 31 de maio comemorou-se o Dia Mundial sem Tabaco e aqui no blog já havíamos destacado alguns fatos sobre o tabaco.

Para reforçar seguem mais fatos e uma comparação entre o cigarro e o narguilé.

Fatos:

50% dos fumantes morrem em consequência de problemas causados pelo hábito de fumar.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) as doenças causadas aos não fumantes pela exposição à fumaça do cigarro em ambientes fechados são a terceira causa de morte evitável no mundo.

A cada tragada o fumante inala cerca de 4.700 substâncias tóxicas.

O monóxido de carbono da fumaça do cigarro reduz o nível de oxigênio no sangue do bebê. A nicotina restringe o fluxo sanguíneo da mãe para a criança, acarretando baixo peso.

Na Noruega um maço de Marlboro custa cerca de R$ 15,00, nos EUA custa cerca de R$ 9,00 e no Brasil cerca R$ 3,00

Mais Fatos:

Aos 13 anos, a primeira tragada provoca náusea, palidez, suor, redução dos batimentos, cardíacos, tonteira e tosse.

Um ano depois o hálito está impregnado de nicotina e alcatrão e, às vezes, dentes e dedos amarelados.

O fumante passivo, a curto prazo, apresenta irritação nos olhos, tosse, dor de cabeça e aumento de alergias.

Em 7 segundos a nicotina atinge o cérebro e inicia um processo de dependência semelhante ao da cocaína, da heroína e do álcool.

Nos E.U.A, os fumantes passivos estão sendo beneficiados pela justiça em ações contra a indústria do fumo.

( Fontes: Ministério da Saúde, NIDA, OMS, Hospital das Clínicas, GREA)

Narguile x Cigarro

Imagem1Duração:

Cigarro: 5 min

Narguilé: 20 min/1hora

Fumaça inalada:

Cigarro: 500 ml

Narguilé: 10 litros

E mais: Herpes,Tuberculose,Hepatite

3.550 substâncias nocivas + monóxido de carbono + nitrosaminas+ hidrocarbonetos

A água não reduz o efeito nocivo das substâncias tóxicas e cancerígenas.

Maior incidência de doenças pulmonares crônicas entre usuários de narguilé.(OMS)

Qualidade de vida: uma visão dos alunos dos 8ºs anos

Um dos objetivos do trabalho de C.P.G é o fortalecimento do conceito de vida saudável. Para finalizar o curso em 2012, os alunos dos 8ºs anos refletiram sobre sua qualidade de vida. O resultado surge na forma cartazes coloridos representando os valores atribuídos aos aspectos do cotidiano como: alimentação, escola, amigos, família, satisfação com o corpo. O verde indica algo que está adequado, o amarelo algo que poderia melhorar e vermelho pouca qualidade no aspecto analisado.

Veja abaixo os trabalhos desenvolvidos pelos alunos:

Campanhas de prevenção 9.os anos 2012

As campanhas de prevenção dos 9.os anos/2012 representam uma reflexão criativa das informações a respeito das drogas e seus males. A produção dos alunos encerra o tema “drogas”, desenvolvido ao longo do curso de CPG do Ensino Fundamental. Os trabalhos propõem uma conscientização, sem deixar de lado o humor e a sensibilidade. Vale a pena vê-los.

CPG9A01051519 1


CPG9A04070917

CPG9a2027283536


CPG9B01050708


CPG9e0509121618

cpg9f01091517

cpg9f03071011


cpg9f25273233


cpg9g28344041


cpgcp20913010215


CPG9C03091016


CPG9D0105061419


CPG9D20323336


CPG9F20243031


CPG9G02091419

“Prá que álcool se tem brigadeiro???”

Intrigado com o título?

A pergunta/provocação surgiu da imaginação de nossos alunos durante o trabalho desenvolvido nas aulas de CPG.

O curso do 7.o ano, no primeiro semestre, tem como tema central a formação da personalidade.  Assim, durante as aulas, os alunos discutiram sobre os principais fatores que influenciam sua formação, entre eles, a mídia, os amigos, a família e a escola.

Como trabalho de encerramento do segundo bimestre, os alunos foram estimulados a usar a criatividade para produzir frases e cartazes visando promover uma adolescência saudável. O público alvo do trabalho são os jovens da cidade de São Paulo.

Confira abaixo alguns resultados dessas aulas.