Pais participam de reunião sobre Bullying

Pais dos alunos de 6.os e 8.os anos, interessados em conhecer o trabalho de prevenção ao bullying, cyberbullying e formação das equipes de ajuda do Band, foram convidados a participar de uma reunião na biblioteca do Colégio, que contou com a presença de especialistas e orientadores educacionais.

Professora Luciene Tognetta

Professora Luciene Tognetta

A professora da Unesp, Luciene Tognetta, apresentou o trabalho de formação das equipes de ajuda, como uma das propostas que contribui para a prevenção ao bullying e cyberbullying. Os alunos que formam as equipes de ajuda foram escolhidos pelos colegas de classe, a partir do critério da confiança, e passaram por um processo de capacitação a fim de aprender algumas estratégias para tratar questões de convivência no espaço escolar. Esse modelo já é bastante utilizado na Espanha. Além disso, Luciene também falou sobre as relações familiares e como elas contribuem para o desenvolvimento de uma criança que se torne ator/vítima de agressões ou que tenha um comportamento mais respeitoso e assertivo.

Dr.a Cristina Sleiman

Dr.a Cristina Sleiman

A advogada, especialista em direito digital, Cristina Sleiman, trouxe ao diálogo aspectos legais do bullying e cyberbullying e apresentou o trabalho de ética e cidadania digital desenvolvido no Bandeirantes, em parceria com o curso de CPG.

Coordenadora de CPG, Maria Estela Zanini.

Coordenadora de CPG, Maria Estela Zanini

“Os pais teceram muitos comentários positivos ao final das reuniões. É importante que eles saibam que valorizamos a convivência ética e respeitosa e trabalhamos em prol de relações saudáveis”, contou a coordenadora de CPG (Convivência em Processo de Grupo), Maria Estela Zanini.

Orientadora Educacional, Vera Malato

Orientadora Educacional, Vera Malato

“Esta iniciativa do Band foi maravilhosa, pois é extremamente importante que os pais compreendam a complexidade das intimidações e agressões. As profissionais foram muito esclarecedoras em todas os pontos que foram expostos.”, finalizou Erica Maria de Antônio, mãe da aluna Beatriz de Antônio, do 8.o ano.