Amor de férias… sobe a serra?

Maria Helena Vilela

“No verão passado, eu fiquei com um garoto e me apaixonei. Mas quando as férias acabaram, ele nem parecia mais o mesmo, a gente mal se falou e eu sofri muito. O que posso fazer para encontrar um amor de verdade nestas férias?”
(Usuária Sextips)

As férias de verão são bastante agitadas. Tudo é vivido de um jeito muito intenso e cada momento se torna precioso, carregado de muita expectativa. A escolha da maioria dos jovens é a praia, onde se usa pouca roupa e se expõem corpos bronzeados. Entre as pessoas, há aquelas dispostas a enfrentar desafios; há os que querem apenas conhecer pessoas; há ainda aquelas que desejam viver experiências diferentes e testar sua capacidade de sedução. Mas também há quem saia de casa nas férias, em busca de um grande amor… As férias de verão geram um clima propício ao encontro! O gostoso é ficar à toa nos braços de alguém e se divertir bastante!!!

Quando o encontro acontece

O namoro de férias pode ser uma delícia! Um momento especial, sem briguinhas ou cobranças, quando tudo é novidade e o que não falta é tempo e programação para um curtir o outro. Afinal é tempo de férias e ninguém parece ter nada a perder. Será?!

O clima envolvente das férias, misturado com a paixão, às vezes, é traiçoeiro.

Nesse cenário descontraído e sem as pressões do dia a dia, é comum as pessoas serem mais sedutoras ou até incapazes de se mostrar como realmente são. No entanto, estar em férias e apaixonado não pode anular quem se é e o que se deseja da vida. Sempre há o que perder, quando não se respeitam valores e limites. É preciso estar atento à prevenção de gravidez e das DST/Aids, lembrando que a camisinha e a pílula são duas grandes aliadas na prevenção.

Fim de férias… E agora?

A hora mais terrível das férias é a hora de dizer adeus. Em geral, o romance de férias tem hora e data para acabar, já que muitos moram em cidades diferentes, ou mesmo que morem na mesma cidade, é pouca a chance de vingarem os sentimentos que atraíram o casal, e a paixão se tornar, de fato, amor.
Amor e paixão são dois sentimentos importantes, porém, diferentes. A paixão é cega, uma empolgação com tempo marcado para acabar. Já o amor ilumina todas as coisas, é um envolvimento que constrói a alegria de se estar junto e compartilhar os desejos e as conquistas pessoais e profissionais.

Para o amor de férias “subir a serra”, tornar-se amor de verdade, é preciso haver coincidência de interesses. Portanto, o melhor a fazer é ser autêntico, espontâneo, sustentar as próprias opiniões e respeitar seus limites. Isso pode não agradar a todo mundo, mas há uma grande chance de atrair aquela pessoa realmente interessada, que compartilha os mesmos gostos, pensamentos e interesses.

Manter um pé na realidade durante as férias não faz nenhum mal, e, ao contrário do que muitos pensam, pode fazer toda diferença na qualidade das férias e do romance que possa acontecer.

Boas férias e um ótimo 2011!