Fumar pode ser bem caro. Ainda duvida?

Anti-smoking posters being issued by the FDA

A dica veio através do Feedly e do brandchannel

O material é da campanha “The Real Cost” desenvolvida pelo FDA(Food and Drug Administration) dos Estados Unidos.

Adota a estratégia do terror para alertar os jovens sobre os riscos e, obviamente, os custos de fumar. Porém, não é possível descartar sua criatividade. Principalmente no desenvolvimento do site, muito bacana e repleto de dados sobre o hábito de fumar e na integração com as redes sociais.

Nos links você pode obter mais informações e abaixo, você assiste os vídeos.

http://youtu.be/a_M9tTwLb9A

Dia Nacional de Combate ao Fumo – 29 de agosto

Principal causa de morte evitável no mundo, o tabagismo atinge 1 bilhão e 200 milhões de pessoas em todo o mundo. Responsável por inúmeros problemas de saúde tem o câncer de pulmão como a face mais visível. Enfisema, bronquite crônica, derrame cerebral, infarto também podem atingir os 47% da população masculina e 12% da feminina dependentes do cigarro. Jovens incluídos.

Clique na foto para saber mais

Para saber mais clique na foto

Na quinta-feira, 29 de agosto comemora-se o Dia Nacional de Combate ao Fumo com várias ações de conscientização em todo o país.

Pensando no hábito de fumar precoce, o INCA(Instituto Nacional do Câncer) adotou como tema em 2013 o uso do narguilé.

Entendido como inofensivo por adolescentes, o uso também está associado ao desenvolvimento de dependência de nicotina, câncer de pulmão, doenças respiratórias, doenças bucais. O fumo, mais úmido e adocicado e a também a água utilizada passam a falsa ideia de que se uso não provoca danos à saúde.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) são claros quando mostram que uma sessão de narguilé (20 a 70 minutos) se compara ao uso de 100 cigarros! Além disso, após 45 minutos de sessão, o fumante apresenta aumento dos batimentos cardíacos, aumento da exposição a metais pesados e outras substâncias tóxicas como hidrocarbonetos. O consumo persistente também é responsável por câncer de pulmão, boca e bexiga, aterosclerose e doença coronariana. Sem falar que o hábito de compartilhar o bocal entre os usuários pode resultar na transmissão de doenças como herpes, hepatite C e tuberculose

Surpresa e espanto não são raros quando, durante as aulas de CPG, os alunos têm contato com esses dados.

No dia 31 de maio comemorou-se o Dia Mundial sem Tabaco e aqui no blog já havíamos destacado alguns fatos sobre o tabaco.

Para reforçar seguem mais fatos e uma comparação entre o cigarro e o narguilé.

Fatos:

50% dos fumantes morrem em consequência de problemas causados pelo hábito de fumar.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) as doenças causadas aos não fumantes pela exposição à fumaça do cigarro em ambientes fechados são a terceira causa de morte evitável no mundo.

A cada tragada o fumante inala cerca de 4.700 substâncias tóxicas.

O monóxido de carbono da fumaça do cigarro reduz o nível de oxigênio no sangue do bebê. A nicotina restringe o fluxo sanguíneo da mãe para a criança, acarretando baixo peso.

Na Noruega um maço de Marlboro custa cerca de R$ 15,00, nos EUA custa cerca de R$ 9,00 e no Brasil cerca R$ 3,00

Mais Fatos:

Aos 13 anos, a primeira tragada provoca náusea, palidez, suor, redução dos batimentos, cardíacos, tonteira e tosse.

Um ano depois o hálito está impregnado de nicotina e alcatrão e, às vezes, dentes e dedos amarelados.

O fumante passivo, a curto prazo, apresenta irritação nos olhos, tosse, dor de cabeça e aumento de alergias.

Em 7 segundos a nicotina atinge o cérebro e inicia um processo de dependência semelhante ao da cocaína, da heroína e do álcool.

Nos E.U.A, os fumantes passivos estão sendo beneficiados pela justiça em ações contra a indústria do fumo.

( Fontes: Ministério da Saúde, NIDA, OMS, Hospital das Clínicas, GREA)

Narguile x Cigarro

Imagem1Duração:

Cigarro: 5 min

Narguilé: 20 min/1hora

Fumaça inalada:

Cigarro: 500 ml

Narguilé: 10 litros

E mais: Herpes,Tuberculose,Hepatite

3.550 substâncias nocivas + monóxido de carbono + nitrosaminas+ hidrocarbonetos

A água não reduz o efeito nocivo das substâncias tóxicas e cancerígenas.

Maior incidência de doenças pulmonares crônicas entre usuários de narguilé.(OMS)

31 de maio, dia mundial sem tabaco

dia_mundial_sem_tabaco

Hoje é o 26º ano em que se comemora o dia mundial sem tabaco.
A OMS (Organização Mundial da Saúde criou a data que neste ano tem como tema: “Proibição de publicidade e patrocínio do tabaco”

Para refletir:

  • 90% dos casos de câncer de pulmão são causados pelo cigarro.
  • Quem consome tabaco tem chances enormes de desenvolver vários tipos de câncer, doenças respiratórias, cardíacas e derrame.
  • A OMS (Organização Mundial da Saúde) informa que 40% das vítimas do fumo passivo têm até 5 anos.
  • Cerca de 700 milhões de crianças em todo o mundo estão expostas à fumaça do cigarro dentro de casa.
  • Considerando uma pessoa que fuma diariamente um maço de cigarros que custa R$ 5,50, se deixar de fumar, em um ano ela conseguiria economizar R$ 2.007,50.
  • O tabaco é responsável direto por dois em cada dez tumores, mostrou estudo do Instituto Catalão de Oncologia, que seguiu cerca de 440 mil pessoas durante 11 anos.
  • Em todo o mundo, seis milhões de pessoas morrem por ano vítimas do cigarro.
  • O tabagismo é a principal causa dos problemas respiratórios, chegando a causar danos irreversíveis no tecido pulmonar em 45% dos casos.
  • De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), o tabaco reduz entre sete e dez anos a expectativa de vida do fumante.
  • O consumo de cigarro mata cerca de 10 mil pessoas por dia e é a principal causa de morte evitável no mundo.

Fontes: Diário do Grande ABC; Portal R7; Yahoo Mulher; Jornal do Brasil

 

Jovens trocam o cigarro pelo narguilé

As aulas de CPG no oitavo ano têm discutido os efeitos do tabaco e um assunto que despertou muito interesse dos alunos foi o narguilé

No dia 29 de agosto foi comemorado o Dia Nacional de Combate ao Fumo e muitas notícias sobre o assunto foram publicadas em jornais tradicionais e nos portais da internet.

O blog CPG/Orientação Educacional aproveita o momento e disponibiliza mais informações para os interessados.

INCA alerta para malefícios do narguilé

Cachimbo de origem oriental tem quase 300 mil consumidores no país. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva desfaz crença de que tabaco fumado com o narguilé seja menos prejudicial à saúde; pelo contrário: uma hora de uso do produto equivale a fumar 100 cigarros.

Rio (29/08) – No Dia Nacional de Combate ao Fumo, embora o Brasil tenha motivos para celebrar a redução da prevalência de fumantes nos últimos anos, o uso do narguilé vem chamando a atenção dos profissionais da saúde: já são quase 300 mil consumidores do cachimbo oriental, de acordo com a Pesquisa Especial sobre Tabagismo (PETab), realizada em 2008 pelo IBGE em parceria com o INCA.

Já entre estudantes universitários da área de saúde, em pesquisa feita nos municípios de São Paulo, Brasília e Florianópolis, do total das pessoas que declararam consumir com frequência outros produtos de tabaco, além do cigarro industrializado, mais de 55%, declararam fazer uso do narguilé. Em São Paulo, esse percentual chegou a aproximadamente 80%, de acordo com a pesquisa Perfil de Tabagismo em Estudantes Universitários do Brasil (PETuni) coordenada pelo INCA. Em São Paulo e Brasília, a apuração foi feita no ano passado; e em Florianópolis, em 2007.

“O fato de esses universitários pertencerem à área da saúde preocupa ainda mais, justamente por eles estudarem os malefícios do tabaco para o organismo. O narguilé engana, dando a sensação de que as impurezas do tabaco são filtradas pela água, o que é um equívoco”, diz o diretor-geral do INCA, Luiz Antonio Santini.

Leia mais

Jovens trocam o cigarro pelo narguilé, alerta Inca

Sessão de narguilé de 60 minutos equivale a estar em um ambiente com 100 cigarros acesos

Fonte: Agência Estado e R7 Notícias

 

A população jovem está trocando o cigarro pelo narguilé, o tradicional cachimbo de água oriental. O alerta foi divulgado nesta quarta-feira (29), Dia Nacional de Combate ao Fumo, pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), que fez uma revisão da Pesquisa Especial sobre Tabagismo (PETab), divulgada em 2008 pelo IBGE. Já naquele momento, 270 mil brasileiros utilizavam o narguilé.

Levantamento do Inca, em 2011, mostrou que um em cada cinco estudantes de odontologia, em São Paulo, utilizam outros produtos de tabaco, que não o cigarro — destes, 85% deles usavam narguilé.

Leia mais